Carreira e Cotidiano

Você já se sentiu incapaz de decidir?

Você já ficou com tanto medo da decisão, e ficou paralisado?

Você já desistiu de algo por acreditar não merecer?

Pois é, com certeza essas são algumas das questões que já se passaram por sua cabeça em algum momento muito importante da sua vida. E pode ter pensado ser incapaz de decidir, se fica ou se muda de emprego, se faz ou não aquela pós que pretendia fazer, se aceita ou não aquela tão esperada promoção.

Enfim são muitos os exemplos que posso citar aqui, e o mais importante em tudo isso é o que você usa como parâmetro para definir seus próximos passos, o que você avalia para tomar certas decisões e quais características suas você considera adequada. Isso mesmo, para cada decisão você se conhecendo o suficiente saberá o que mais lhe agrada, o que mais combina com você e com seus valores.

A questão é, quando você está sendo influenciado por seus maus pensamentos e por sua criteriosa avalição interna, com a autoestima baixa por estar baseada em falas sobre como o outro te vê e o que os outros acham de você, sem que você mesmo tenha se olhado e se considerado primeiro, sua visão para a decisão fica turva, impossibilitada de ver todo o seu potencial. Sendo assim a sua mente te fala, e sinaliza somente incapacidade e incertezas.

A baixa autoestima é uma armadilha que te faz perder oportunidades, afeta seu direcionamento e confunde seu senso de realidade, potencializa o medo e os pontos fracos, e anula as fortalezas e desconsidera as conquistas. Você agora paralisado com tanta negatividade, já não consegue ver a sua essência, se compara o tempo todo com o outro e se sente inferior, tomado pela ansiedade por se sentir despreparado acaba por decidir desordenadamente, trazendo ainda mais sofrimento interno e descontentamentos, como que para provar toda a teoria que criou em sua mente de que você é incapaz e não consegue seguir em frente.

Pare agora o que esta fazendo! E perceba que esses são pensamentos nutridos por falta de autoconhecimento e por influencias externas mentirosas. Você fazendo o exercício diário de autocuidado e autodesenvolvimento poderá perceber que é capaz de fazer qualquer coisa, desde que adquira conhecimento e treino. Investir em autoconhecimento é construir uma visão sobre Si, se auto avaliar com respeito e com Amor, sem culpas ou agressividades.

Aceitar as suas características é abraçar seus limites e assumir que você é Único e por isso é valioso. Valorizar suas conquistas e sua historia faz você olhar para o passado com gratidão e para o futuro com esperanças. Reconhecer que somos seres limitados e sobre tudo em interminável desenvolvimento é se Apoderar de Si, e seguir em frente com tudo que você merece.

Se você não consegue ver o quanto você é valioso, busque ajuda, estude, fale sobre seus sentimentos, cuide do seu corpo e da sua mente, faça pausas quantas vezes forem necessárias, só não desista de Você!.

Érica Rodrigues

Psicóloga clínica, pós graduada em Psicanálise e Gestão de Pessoas.

Você também pode gostar...